Monday, June 14, 2010

A tua boca. Podia escrever uma tese sobre a tua boca. Começava por descrever o sabor, um sabor quente, longíquo, doce, picante.. Os teus lábios.. hmm.. os teus lábios.. macios, delicados, como seda. E a tua língua, veludo. A tua boca na minha, a minha língua a percorrer a forma dos teus lábios até encontrar a tua, a fome que tenho de beijar-te. Beijas-me e esqueço.. esqueço o mundo inteiro para além dos nossos dois corpos, esqueço-me de respirar, esqueço a força nas pernas, esqueço-me inteiramente em ti. Quero-te tanto. Mordo a boca a pensar. Não conhecia este querer, esta vontade, este desejo.. que me surpreendem ainda a cada encontro. Sempre que te encontro, encontro-te.

E quando me tocas..

0 Comments:

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home